PRODUTOS

SOLUÇÕES COMPLETAS

CONFIRA NOSSA LINHA COMPLETA DE PRODUTOS.

RX 100/60 Poskom

Receba uma proposta personalizada desse equipamento 24 horas por dia / 7 dias por semana em até 5 minutos.

 

Clicando "ORÇAMENTO ONLINE" abaixo em até 5 minutos você receberá um e-mail personalizado. No e-mail irá um anexo em PDF com características técnicas completas, prazo de entrega, preços, condições de pagamento e muito mais informações sobre esse equipamento.

 

---

Raio X Portátil Veterinário

 

Marca: Poskom

Modelo: PXP-60HF

Antes de falarmos do produto em si, vamos começar respondendo a pergunta mais comum dos nossos clientes:

Por que eu deveria adquirir um equipamento portátil e não um equipamento estacionário?

Abaixo nossa resposta para essa pergunta:

1. A instalação do equipamento portátil é muito simples. Precisa somente de uma tomada 220V. Simples como ligar um eletrônico qualquer em uma tomada (Plug and Play).
2. Não requer obras demoradas que geram transtorno e principalmente custos.
3. Não requer baritar a sala. Em virtude do produto ser portátil a legislação vigente não abrange esse tipo de equipamento, o que facilita a questão burocrática para iniciar as atividades. Mesmo assim, sempre sugerimos ao cliente consultar uma empresa de físicos associados local, já que a legislação no Brasil pode variar de Estado para Estado ou mesmo município para município. Outra sugestão é consultar a vigilância sanitária local. Geralmente a vigilância sanitária tem jurisprudência sobre clínicas médicas e não serviços veterinários, todavia, sugerimos uma consulta formal para evitar problemas futuros.
4. Qualquer sala com o mínimo de espaço comporta esse perfil de produto, já que o mesmo é verdadeiramente portátil, com apenas alguns centímetros e muito leve, geralmente entre 7 e 20Kg todo o sistema, dependendo o modelo.
5. Qualidade. Esse é um tópico que gera muitas dúvidas, por que o cliente tem como referência equipamentos enormes, que ocupam o espaço de uma sala, precisa fazer obras, transformadores barulhentos, rede elétrica especial, uma semana para instalar, e pensa; como um equipamento pequeno e leve vai ser capaz de fornecer boas imagens? A resposta para essa pergunta é a tecnologia. Os emissores portáteis que trabalhamos possuem tubo Toshiba original, todos são alta frequência (HF) e possuem comando de kV e mAs independente, o que permite ao cliente utilizar todo o potencial do produto.
6. Durabilidade. Essa categoria de produto é logicamente mais recente quando comparado a equipamentos de Raio X que ocupam uma sala inteira (modelos estacionários), obviamente, por que a tecnologia disponível para atingir o nível exigido é recente. Nós conhecemos clientes que usam os emissores portáteis a pelo menos 10 anos e os mesmos continuam funcionando muito bem até os dias de hoje.
7. Facilidade de manutenção. É muito mais econômico enviar o emissor para manutenção (já que o mesmo é portátil) a solicitar que um técnico se desloque até o seu serviço. Essa opção é impraticável para equipamentos estacionários.
8. Se você utiliza radiologia digital a qualidade do emissor portátil é ainda mais relevante, por que a radiologia digital exige menos radiação que o processo químico. Além disso o software da radiologia digital possui diversos filtros que corrigem e melhoram a imagem mesmo que não se utilize a técnica ideal para determinado paciente ou determinada região.
9. Proteção Radiológica. Diversos testes já comprovaram que a dose de radiação proporcionada pelo emissores portáteis é muitas vezes inferior aos equipamentos estacionários. A tecnologia de fabricação dos produtos permite uma concentração do feixe de Raio X muito focada, com nada ou quase nada de fuga para além da área colimada. Nós já acompanhamos o uso de emissores portáteis por longo período com o uso de dosímetros e podemos comprovar isso. É lógico que o operador que estiver exposto ao emissor diariamente, realizando diversos exames por dia deverá estar protegido com protetores de chumbo para as diversas partes do corpo. Uma coisa não exclui a outra. Apesar da dose menor que o operador está exposto, esse ainda é um emissor de Raio X.
10. Diversos clientes já comprovaram a qualidade e confiabilidade dos emissores portáteis, estando os mesmos em uso em uma grande quantidade de serviços móveis e fixos de radiologia para a medicina veterinária.

Outra dúvida comum dos nossos clientes:

Por que um emissor 1060HF (100kV / 60mA - alta frequência) por exemplo, tem melhor qualidade de imagem que um emissor padrão 200/100 (200mA / 100kV)?

Primeiramente por que todos os nossos emissores são do tipo "alta frequência". Vamos tentar resumir de maneira prática o que isso significa:

1. Emissores alta frequência proporcionam melhor qualidade de imagem.
2. Emissores alta frequência permitem usar dose menor em até 40%.
3. Emissores alta frequência possuem propriedades superior de penetração.
4. Emissores alta frequência produzem menor repetição que evita dupla exposição para a mesma imagem.
5. Emissores alta frequência permitem uma maior produtividade com giro maior de pacientes.

Implicação prática das diferenças entre as tecnologias na técnica de um exame:

Exame AP Lombar em um paciente com 32CM; utilizando tecnologia alta frequência = 84kV / 100mAs
Exame AP Lombar em um paciente com 32CM; sem utilizar tecnologia alta frequência = 100kV / 250mAs

Outro fator importante a ser observado nos emissores que não são alta frequência (HF):


Geralmente esse perfil de produto é apresentado da seguinte forma, como 200/100, por exemplo; sabemos que 200 é o mA e 100 é o kV.
No entanto, você nunca vai conseguir utilizar os 200mA desse produto no 100kV. Por que?

Nos modelos sem alta frequência, apesar da apresentação 200/100 que sugere 200mA / 100kV, na prática, para se obter o máximo de uma grandeza, digamos o mA, teremos que ter o mínimo da outra, no caso o kV. Apresentamos abaixo uma tabela apenas para apresentar o conceito, não representando nenhum produto específico.

Tabela de um emissor 200/100, a título de exemplo para explicar o conceito de distribuição da potência em um emissor que não é alta frequência (HF).

200mA / 10kV; 180mA / 20kV; 160mA / 30kV; 140mA/40kV, 120mA/50kV; 100mA/60kV; 80mA/70kV; 60mA/80kV; 40mA/90k; 30mA/100kV.

Perceba que nesse tipo de emissor, a potência de 200mA será obtida usando apenas 10kV e a potência de 100kV será obtida usando apenas 30mA.


Nos emissores alta frequência, quando a apresentação é 1060HF (100kV/60mA - do tipo alta frequência), significa que com 100kV é possível obter até 60mA, ou seja, além da tecnologia ser superior, a potência real também é superior na prática!

Se interessou por nossos produtos? Acesso Orçamento Online - botão verde, e receba sua proposta 24 horas por dia, 7 dias por semana para qualquer um dos equipamentos de imagem disponíveis. Mais um serviço exclusivo da Ultramedic pra você.

---

 

Assistência técnica e pós-venda: Permanente no Brasil.

 

Por que escolher esse produto?

 

O emissor de raio x (RX) da marca Poskom modelo PXP-60HF é potente e compacto que entrega 3.2kW através do seu tubo alta frequência marca Toshiba. É a solução mais indicada pensando em custo x benefício nesta categoria. Já entregamos diversos equipamentos desse modelo para diversos clientes e todos recomendam o produto, seja na utilização com revelação manual ou digital.

 

Principais características:

 

Potência máxima: 3.2kW

Faixa de kV: 40 a 100 (ajuste de 1kV)

Faixa de mA: 20 a 100mA / 5 etapas

Faixa de mAs: 0.4 a 100 / 25 etapas

Tubo focal: 2.0 x 2.0 mm

Alimentação: 200-240V
Incluso "case" de alumínio
Lâmpada LED
Feixe de Laser Duplo

Diversas memórias programáveis

 

Peso: 13 Kg

 

Assista ao vídeo, por que ser um cliente da Ultramedic - clicando aqui.

Produto RX 100/60 Poskom